Restrospectiva 2023: Inaugurações de novo Hospital e centralidade marcam o ano na província do Bengo

A entrada em funcionamento do Hospital Guilherme Pereira Inglês, a visita do Presidente da República ao projecto do Terminal Oceânico da Barra do Dande (TOBD) e a entrega da primeira fase da centralidade Teresa Afonso Gomes, constituíram os destaques de 2023, na província do Bengo.

O hospital está localizado a cerca de cinco quilómetros da cidade de Caxito, na localidade do Bucula, tem uma capacidade para 200 camas, 15 áreas clínicas distribuídas em 24 blocos, seis residências e um centro de hemodiálise.

A infra-estrutura vai servir para desafogar a província em termos de atendimento ao público e também funcionar como um centro de formação e investigação científica.

No ano que termina foi posto à disposição dos citadinos do Bengo, a primeira fase da Centralidade Teresa Afonso Gomes, localizada também no Bucula, a cinco quilómetros da cidade de Caxito.

Trata-se da segunda centralidade da província, depois do Capari, situado a 20 quilómetros da cidade.

Nesta nova infra-estrutura foram construídos 80 edifícios, 72 dos quais com lojas, 486 habitações, postos de saúde, de polícia e uma escola.

O ano ficou também marcado, pela segunda vez, com visita do Presidente da República, João Lourenço, ao projecto do Terminal Oceânico da Barra do Dande (TOBD), onde foi constatar o andamento das obras.

O Presidente foi ver como decorre a construção do maior centro de estocagem de combustível de Angola, que tem um impacto económico e social e benefícios estratégicos para o país, cujas obras estarão concluídas e operacionais entre Julho e Agosto de 2024.

Ainda no domínio económico, a província registou a construção de uma indústria de produção de sal grosso e fino em barras (refinado), no valor de oito milhões de dólares, que prevê, em 2024, atingir uma produção a volta de 80 mil toneladas.

Com um investimento de cerca de três milhões de dólares foi implantada na região uma empresa de contadores com capacidade para produzir 184 mil e 800 contadores de energia/ano.

Em 2023 foram financiados 17 projectos do sector agrícola avaliados em cerca de 315 milhões de Kwanzas, com o objectivo de incrementar a produção agrícola e promover o fomento da actividade das famílias camponesas e antigos combatentes.

No domínio social, foi apresentado o Plano Director de Água e Saneamento da região a ser implementado até 2040. De iniciativa do Ministério da Energia e Águas, o documento define os objectivos a atingir quanto ao abastecimento de água e o saneamento das águas residuais nas zonas urbanas e peri-urbanas.

Com um prazo de execução previsto de 19 anos, este plano constitui um instrumento que reflecte as obras que deverão ser executadas quer de reabilitação e reforço, quer de construção de novas infra-estruturas.

No ano prestes a terminar, começou a ser implementado no Bengo um novo projecto de formação de quadros do sector da saúde.

Com uma duração de cinco anos, a iniciativa tem o financiamento do Banco Mundial e vai especializar médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e pessoal de gestão.

No âmbito do Programa de Fortalecimento da Protecção Social (Kwenda), catorze mil agregados familiares dos municípios dos Dembos, Bula Atumba e Nambuangongo foram beneficiários de uma quantia monetária mensal de 33 mil Kwanzas cada (parcelas de 11 mil Kz /mês) para fazer face às suas necessidades.

O programa chegou também aos municípios do Pango Aluquém e ao Ambriz onde foram já cadastradas 4.645 agregados familiares.
No ano que termina foram desembolsados, para a povíncia do Bengo, um total de mil milhões 414 milhões de Kwanzas para atender às famílias.

Às mulheres pescadoras e peixeiras da província foram apresentados os projectos PEAMPA e KAMBAMAR com a finalidade de se criar literacia para a conservação e uso responsável dos mares e ambientes costeiros.

Também com o objectivo de se criar um sistema de formação integral em contratação pública, níveis e categorias de profissionais, a província registou a apresentação do Plano de formação da Academia de Contratação Pública.

Ainda no domínio social, foi apresentada aos docentes e discentes da região, a Rede Internacional de Extensão Universitária (RIEU), integrada por 15 instituições do ensino superior de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Portugal.

Esta instituição tem a finalidade de estabelecer uma cooperação académica, científica e cultural com base em acções extensionistas entre as várias instituições do ensino superior.

Em 2023 foi assinada uma carta de intenções entre as províncias do Bengo e Shandong (China), para a geminação entre as duas, com o foco na exploração de diversas áreas para possíveis investimentos.

O ano de 2023 ficou igualmente marcado, na província do Bengo, pela realização do censo piloto que vai servir de preparação para o Censo da População que terá lugar em 2024 no país.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...