Angola reforça cooperação em matéria de segurança e ordem pública com a África do Sul

O executivo está representado através do Ministério do Interior, com uma delegação na África do Sul, onde de entre outros assuntos, os dois Estados reforçam os laços de cooperação em matéria de segurança e ordem pública, assente num instrumento jurídico assinado em Novembro de 2017.

Durante a sua comunicação à congénere sul- africana, o ministro do Interior, Eugénio César Laborinho, salientou que a estada naquele país resulta da materialização dos entendimentos alcançados durante a reunião que ambos mantiveram na cidade de Viena-Áustria, no dia 30 de Novembro de 2023, à margem da 91.° Assembleia Geral da Interpol.

Daí que a deslocação à África do Sul objectiva estreitar e redinamizar as relações existentes entre os dois povos e governos, com vista a desenvolver uma cooperação mutuamente vantajosa para os dois Estados, em matéria de segurança e ordem pública.

O ministro disse, por isso, ser imperioso o reforço das relações de cooperação em vários domínios, no âmbito da actividade policial, designadamente, da investigação criminal, intercâmbio de informações, formação de quadros, combate à criminalidade transnacional organizada, com realce para o terrorismo, tráfico de seres e órgãos humanos, de drogas, de diamantes e outras pedras preciosas, espécies da fauna e da flora, furto e/ou roubo de viaturas, assim como a imigração ilegal.

Eugénio Laborinho recordou que esse manifesto advém da assinatura a 24 de Novembro de 2017, em Pretória, entre o Ministério do Interior da República de Angola e o Departamento de Polícia da República da África do Sul, de um importante instrumento jurídico, que representou um pilar no quadro das relações entre ambos os países.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...