ONU e Angola assinam parceria em quatro áreas prioritárias

Angola e as Nações Unidas contam a partir desta semana com um novo acordo de cooperação com quatro áreas prioritárias. A parceria deve ser implementada no próximo quinquênio.

O Quadro de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável 2024-2028 foi formalizado em Luanda pela coordenadora residente da ONU no país, Zahira Virani, e pelo ministro da Economia e Planeamento, Victor Hugo Guilherme.

Para a chefe do Sistema das Nações Unidas em Angola “Quadro Nacional incorpora a visão das Nações Unidas para uma Angola empoderada, pacífica, democrática e resiliente, onde todos participam e beneficiam de forma equitativa da transformação socioeconômica sustentável e inclusiva do país.” 

Dezenas de representantes acompanharam a apresentação da parceria, em Luanda, incluindo o ministro das Relações Exterior, Téte António. 

Uma das prioridades do novo quadro é acelerar a realização da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável “sem deixar ninguém para trás”, destaca o sistema da ONU em Angola.

O compromisso enfatiza acções das agências da organização em apoio ao governo angolano em favor de pessoas, da paz, do planeta e da prosperidade.  

Nesse cenário, a parceria sublinha a participação de todos os sectores com acções cujo benefício equitativo seja traduzido na transformação socio-econômica sustentável e inclusiva do país.

Transformação sustentável

As intervenções previstas para a área estratégia das pessoas e desenvolvimento do capital humano vão desde a transformação da educação, da saúde, de serviços de água, higiene e saneamento, proteção social, segurança alimentar e nutrição.

Na vertente da paz, a actuação será em campos como governança democrática, direitos humanos, transparência nas instituições, Estado de direito, acesso à justiça e segurança.

Quanto à prosperidade, a ênfase vai para o impulso à diversificação econômica e sistemas alimentares sustentáveis.

Em relação ao planeta, a colaboração entre as duas partes apoiará a resiliência climática e a gestão sustentável de recursos naturais.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...