FADA financia produtores de café e cacau em Cabinda

Duas mil famílias camponeses em Cabinda vão beneficiar, em breve, de financiamento do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), para dinamizar a produção de café e cacau.

A garantia foi dada segunda-feira, em Cabinda, pelo Administrador Executivo do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), Renato Baptista, durante o seminário de apresentação de pacotes creditícios.

Segundo a Angop, Renato Baptista explicou que vão trabalhar com as fazendas que já possuem alguma estrutura tecnológica e administrativa, no sentido de auxiliar a fomentar a agricultura em torno das comunidades adjacentes.

“É a partir deste segmento que vamos identificar o público-alvo, como produtores individuais, associações e cooperativas a serem financiados”, acrescentou.

Acrescentou que o limite de crédito para produtores individuais de café e cacau é de 5 milhões de kwanzas e para as cooperativas é de 25 milhões de kwanzas.

No seminário foram apresentados oito linhas de financiamento, subdividido em vários produtos entre os quais, crédito ao café, cacau e as linhas de financiamento destinadas à pecuária, com particular ênfase a suinicultura e a avicultura, disse.

A modalidade de reembolso, acrescentou, depende do ciclo de duração de cada produção, sublinhando que o café, como cultura de longo prazo, terá o período de carência no mínimo de 12 meses e reembolsos trimestrais a semestrais, com taxa de juros de um a três por cento.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...