Ex-Primeira Ministra do Senegal detida em manifestação da oposição

A ex-primeira-ministra e actual membro da oposição senegalesa Aminata Touré foi detida este domingo, dia 4, quando participava, em Dacar, capital do país, numa manifestação contra o anunciado adiamento das eleições presidenciais, revelou um deputado de um partido da oposição.

“Confirmo que Aminata Touré foi presa e levada pela polícia”, disse o deputado Guy Marius Sagna, citado pela agência France-Presse.

Aminata Touré, primeira-ministra do Senegal (de Setembro de 2013 a Julho de 2014) nomeada pelo Presidente Macky Sall, de quem chegou a ser próxima, mas que depois se juntou à oposição, participava hoje [ontem] no protesto contra o adiamento das eleições, anunciado pelo chefe de Estado.

O Presidente Macky Sall, anunciou, no sábado, dia 3, a revogação do decreto que convocava as eleições presidenciais para 25 de Fevereiro. Na sequência desta revogação, o processo eleitoral foi adiado por tempo indeterminado, face a uma polémica levantada em torno da lista final de candidatos.

Perante esta decisão, a oposição convocou protestos para hoje, segunda-feira, dia 5, em Dacar, capital do país, e planeia manter a campanha eleitoral conforme projectado, ignorando a decisão de Macky Sall.

Ontem, domingo, durante a tarde houve alguns confrontos entre manifestantes e a polícia senegalesa, mobilizada para o local em grande número, que recorreu a gás lacrimogéneo para dispersar as centenas de pessoas que responderam ao apelo dos partidos da oposição, revelou um jornalista da France-Presse no local.

O Presidente senegalês, que não se candidata a um novo mandato, garantiu que vai iniciar um “diálogo nacional aberto”, de modo a reunir as condições para que as eleições decorram de forma livre, transparente e inclusiva. A suspensão eleitoral é motivada por um “conflito aberto no contexto de um alegado caso de corrupção de juízes”, referiu Sall numa declaração televisiva.

O Presidente do Senegal anunciou ainda que a Assembleia Nacional avançou com uma investigação sobre o processo de selecção de candidatos.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...