PR reconhece o empenho da SADC para erradicação da cólera

O Presidente da República de Angola, e Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), João Lourenço, dirigiu hoje, dia 02, a cimeira virtual onde foi analisada a situação causada pelo surto de cólera que assola a região.

No seu discurso, o presidente da SADC frisou o empenho da Comunidade, a solidariedade e a acção conjunta que são indispensáveis e exige uma resposta colectiva e coordenada para prevenir e controlar a propagação desta doença na região.

Reconheceu o apoio prestado pelos parceiros, nomeadamente a Organização Mundial da Saúde, o Centro Africano para o Controlo e Prevenção de Doenças CDC África e o UNICEF em matéria de aconselhamento técnico e orientação em questões relacionadas com a saúde pública.

Processo de Integração

Na cimeira, fez menção ao compromisso de Angola em liderar o processo de integração e desenvolvimento regional sob o lema, «Capital Humano e Financeiro: Os Principais Factores para a Industrialização Sustentável da Região da SADC».

“Sem boa saúde e bem-estar dos nossos cidadãos, que constituem o nosso capital humano, não pode haver qualquer progresso marcante tendo em vista o alcance das nossas aspirações colectivas de uma região industrializada, pacífica, inclusiva e competitiva” frisou.

Apesar do compromisso dos Estados-Membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), evidenciado por investimentos em capital humano, no reforço de infra-estruturas, no aumento do acesso equitativo aos serviços de saúde, à água potável em quantidade e qualidade e ao saneamento básico. “Reconhecemos, que o caminho a percorrer para alcançar o quadro regional para a aplicação da Estratégia Mundial 2030 de Prevenção e Controlo da Cólera está ameaçado com surtos recorrentes relacionados as alterações climáticas, que propiciam a proliferação desta doença, como também limitam a nossa capacidade de resposta rápida e eficaz”.

João Louenço reconheceu que apesar de estarmos a viver um ambiente desafiante, a nossa região tem encontrado respostas concretas e colectivas de mitigação dos efeitos adversos de outros desafios de saúde tais como o VIH- SIDA e a COVID-19, por isso temos a esperança e a convicção de que vamos superar mais este desafio e prevenir-nos de futuras epidemias e pandemias.

“Unidos podemos superar qualquer adversidade e construir um futuro mais saudável e próspero para todos os cidadãos da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral” disse.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...